IVA VAN FRAGA

Sobre fé, cura e sentir

IVA TEREZA VAN FRAGA      terça-feira, 23 de agosto de 2016

Compartilhe esta página com seus amigos

Sobre fé, cura e sentimentos

A doença traz em si um desespero imensurável. ‘DES’ espero = inferno de não saber esperar. Estar desesperado, estar sem lugar, sem rumo, sem sossego, ‘desassossegado’.

Alguns pacientes timidamente chegam até mim depois de ter procurado vários especialistas, e muitos com o olhar baixo e envergonhados, dizem doutora como nada melhorava também estou fazendo isso ou aquilo, geralmente relacionado a alguma atividade espiritual ou religiosa, sem querer falar aqui sobre religião (atualmente já tem gente de sobra falando).

Fé algo maravilhoso de se ver, especialmente de se sentir e praticar. Fé=acreditar em uma hipótese como verdade, acreditar em uma hipótese.

Observando o face, podemos ver inúmeras promessas de curas milagrosas e mirabolantes. As pessoas em seu desespero e fragilidade pela doença, acreditam e compram qualquer coisa, compram ideias, promessas, cura.

Minha mãe comprou um suco que prometia curar a artrose, que tanto a perturba, em uma golada. Não curou (eu avisei) agora entra no face e pragueja contra o tal suco.

Enfim, o objetivo desse post é sugerir que você se mantenha firme na fé e em seus princípios verdadeiros. A doença é algo terrível e avassalador, existem diversas doenças, mas a tristeza, a fragilidade e sensação de desamparo, as lições que ela provoca, só quem está doente é que sente. Se sua fé já melhora tais sensações, você já está a um passo da cura, é um passo... Contudo, a medicina tradicional tem seu lugar, nós médicos estudamos muito, buscamos conhecimento de todas as maneiras, falo por mim. Se você tiver tido uma experiência ruim com um médico, não perca sua fé na medicina. Somos humanos, temos dias ruins.

As vezes, alguns pacientes chegam bravos e agressivos por suas más experiências, as vezes abrem mão do medicamento prescrito por um especialista por não terem gostado do jeito deste. Tenha fé! Não abandone seu tratamento, vamos unir, o tradicional, com o espiritual. Não descuide de sua saúde e abandone tratamentos por promessas mirabolantes de uma nova medicina descoberta.

Nós seres humanos temos capacidades maravilhosas, uma delas é a auto cura, mas se há a medicina tradicional para acelerar o processo porque não somar as forças, ter essa flexibilidade com si mesmo.

Desejo que sua fé te ampare, que sua luz prevaleça, que sua vida floresça,  mas que o auto cuidado, até mesmo na hora de tomar decisões em relação a você nunca deixe de estar presente.

Vai com tudo, vai com Deus, vai na fé e no amor...porque nascemos pra ele e para o melhor do mundo...

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Comentários